A globalização e a nova forma de conquistar clientes

O mundo está ficando cada dia menor sob diversos aspectos. Os voos intercontinentais ainda não se tornaram mais rápidos e os japoneses ainda não inventaram um software de teletransporte, mas a globalização, a flexibilização das barreiras comerciais e o aumento crescente da interatividade operam, em conjunto, tornando os mercados internacionais mais acessíveis do que jamais foram.

O comércio internacional, que costumava ser uma realidade possível apenas para “peixe grande”, hoje em dia foi democratizado pela internet e está ao alcance de todos os empreendedores. E já é sabido que a grande rede de computadores é um mercado respeitável a ser conquistado. Afinal, mais da metade da população mundial tem acesso à internet, segundo o último relatório Digital in 2018, divulgado pelos serviços online Hootsuite e We Are Social.  São mais de 4 bilhões de clientes em potencial conectados à rede, link.

Com base nesses novos consumidores foi desenvolvido o marketing de conteúdo. O principal objetivo foi o de adequar a publicidade ao novo perfil de consumidor, que faz compras online.

A estratégia deste marketing, considerado novo, já que nasceu junto com a chegada da grande rede de computadores, é a de fazer uma abordagem publicitária mais atrativa, inteligente e de respeito ao novo consumidor.

 

O que tem de tão especial no texto deste tipo de marketing?

 

A proposta do marketing digital é a de envolver o consumidor a partir da criação e distribuição de conteúdo relevante, criativo e de interesse de um determinado nicho de mercado.  A ideia não é falar do que a empresa faz ou oferece, mas sim do que seus consumidores precisam ou gostam. E, dessa forma, gerar uma percepção positiva do empreendimento por parte do cliente que, consequentemente, vai resultar em vendas.

Mas qual é o segredo para um bom marketing de conteúdo? Antes de tudo, a regra básica é conhecer o mercado que se pretende alcançar e o público-alvo. O resto é com o profissional de texto, que precisa escrever de forma atrativa e oferecer temas essenciais sem deixar o consumidor notar que está sendo direcionado a comprar produtos ou serviços de determinada empresa.

Atualmente, não se pode falar em Marketing de Conteúdo sem destacar a metodologia Inbound, também denominada Marketing de Atração – que tem por base justamente o ponto central deste marketing digital: atrair o interesse do consumidor de forma sutil e não invasiva.

Para isso, o Inbound aposta em 4 tópicos:

  • Atrair: conteúdo relevante atrai internautas/clientes interessados no negócio;
  • Converter:  transformar visitantes em clientes e, por consequência, em potenciais vendas;
  • Vender: apresentar, de forma atrativa, as vantagens de seus produtos ou serviços;
  • Encantar:  fidelizar o cliente por meio do investimento em uma relação duradoura e, para isso, garantir uma boa experiência de usuário/cliente, com bons suporte técnico e atendimento, além da oferta de lançamentos de produtos e serviços que despertem no consumidor o desejo de obtê-los.

Se a tática funciona? Já é comprovado que uma boa visibilidade online traz benefícios e lucro a qualquer empreendimento. Além disso, pesquisas recentes na área de e-commerce demonstram também que já não basta apenas estar na internet, mas marcar presença com conteúdo de qualidade, marketing de conteúdo, SEO adequado e localização planejada para garantir o retorno financeiro desejado.

 

O marketing e a Tradução

 

Apoiado nessa premissa, se você pensa em globalizar sua empresa e ganhar novos mercados, é preciso agir com profissionalismo!

É certo que as traduções de campanhas publicitárias, descrição de produtos, textos para blogs e sites empresariais, publicações para mídias sociais, entre outras estratégias de marketing digital, precisam vender, envolver e ganhar o mercado-alvo da propaganda. Até porque é essa tradução que vai fundamentar a construção e a divulgação da imagem internacional de sua empresa na internet.

Um conteúdo profissional e de acordo com o perfil da empresa só vai ser alcançado se um tradutor profissional ou uma agência de tradução capacitada, como a Universo, forem contratados para o trabalho. Parece óbvio, mas no meio empresarial é muito comum que empresas só façam a escolha por tradutores profissionais depois de terem sofrido prejuízo em função de uma má experiência com tradutores amadores, “um amigo que sabe inglês” ou até as máquinas de tradução automática, como o Google Tradutor.

 

 Traduzir marketing de conteúdo vai além do conhecimento do idioma

 

Traduzir, de maneira geral, não se resume apenas a transpor o conteúdo de um idioma para o outro.  O marketing de conteúdo, em especial, exige uma série de requisitos para que a tradução resulte em promessa comercial no mercado virtual.

Quando se pensa em outro mercado, outro país, outra realidade, por exemplo, não se pode simplesmente traduzir literalmente o marketing de conteúdo da empresa, desenvolvido para atrair clientes no país de origem, e acreditar que, desta forma, o site ou blog empresarial já está pronto para encarar o desafio.

Um outro mercado envolve uma outra cultura, totalmente diferente da do país de origem de seu negócio. E, para conquistar consumidores neste novo mercado, vai ser preciso desenvolver uma pesquisa minuciosa sobre a cultura do mercado-alvo para, a partir dela, fazer a tradução com as adaptações necessárias, alterar a otimização do site (SEO), direcionando as estratégias para o novo mercado e, não menos importante do que os tópicos anteriores, investir em localização, para tornar funcional para outros cenários o seu conteúdo de marketing.

 

Não deixe que a tradução acabe com suas chances no mercado global

 

O mercado globalizado online é promissor, mas competitivo e, produzir e difundir sua empresa com o marketing de conteúdo equivocado, vai minar as suas chances de destaque e sobrevivência neste mercado virtual, porque você, bom empreendedor, sabe: cliente é exigente em todo lugar do mundo e a primeira impressão que um consumidor tem de uma empresa costuma ser a que fica. Por isso, a importância de contratar tradutores profissionais.

As máquinas de tradução automática são muito populares hoje em dia e oferecem uma solução simples e rápida, além de aparentemente barata. Mas traduzem literalmente palavras isoladas e não analisam o contexto. Um exemplo fácil de demonstrar o perigo da tradução equivocada, gerada por essas ferramentas, é como a expressão norte-americana “jack of all trades” é traduzida para o português pelo Google tradutor: de forma literal, para “Jack de todos os comércios”, enquanto que a expressão correta correspondente em nossa língua é “pau para toda obra”. Agora, imagine em que seu precioso marketing de conteúdo pode ser transformado se você escolher esta opção de tradução?

Erros na tradução do marketing de conteúdo podem custar a reputação de sua empresa no mundo do e-commerce, levar pelo ralo aquela sua campanha publicitária milionária ou, na melhor das hipóteses, provocar uma queda nas vendas.

Entre os erros do processo de tradução, considerados comuns neste tipo de marketing, estão:

 

  • Não dar a devida importância às mídias sociais: Um erro simples neste setor pode mudar o sentido de uma campanha publicitária inteira e, muitas vezes, arranhar permanentemente a imagem da empresa.
  • Não localizar a tradução: Não considerar todas as possibilidades de significados de uma palavra na língua-alvo pode gerar mal-entendidos.
  • Não prestar atenção em SEO: Erros em descrições, nomes e links podem afetar os negócios.
  • Negligenciar o mailing: Não cuidar do conteúdo de seus e-mails de marketing pode fazer com que eles terminem na pasta de spam de seus clientes em potencial.

 

O seu site na internet é o seu estabelecimento no formato virtual, é a sua empresa online, a porta de entrada para o visitante conhecer seus produtos e serviços e se tornar cliente! Valorize seu empreendimento!