Posts by Noelia Schultz

5 palavras japonesas que trazem serenidade

Há muitas diferenças entre os estilos de vida ocidentais e os orientais, inclusive no que diz respeito ao idioma. Não apenas os alfabetos são distintos, mas o próprio significado por trás de palavras e expressões pode mudar bastante. Não é à toa que o Japão traz uma imagem de serenidade quase que automaticamente. Pensamos em cerejeiras, silêncio e educação. Na língua japonesa, vemos mais uma vez a representação desse modo de viver tão peculiar ao nosso. Que tal conhecer algumas palavras para entender melhor?

Fukinsei

“A beleza da assimetria”. Simetria é uma representação do que é perfeito. Por isso mesmo, é algo inerentemente não humano. Poucas coisas na natureza são perfeitamente simétricas e pode apostar que elas não são humanas! Fukinsei nos faz perceber isso: há muita beleza no que foge da perfeição. Aliás, a maioria do que achamos belo já é imperfeito, mesmo.

Mono no-aware

Significa “a natureza efêmera da beleza” e tem a ver com a percepção do ciclo da vida. No Japão, as estações do ano são bem distintas entre si e é fácil perceber a transição entre elas. Faz sentido que eles conheçam e tenham uma palavra para descrever o apreço à transitoriedade. É um apreço agridoce, claro, mas não deixa de ser um modo mais simples de ver o passar do tempo.

Shõganai

Poderíamos traduzi shõganai para algo como “não tem jeito”. Não se trata só de uma palavra, mas de uma verdadeira filosofia a seguir. Como a história do Japão é cheia de momentos difíceis, o povo precisou aprender a parar de tentar encontrar respostas para tudo e apenas seguir em frente a situação era irremediável. Desapegar do que não se pode mudar, resumidamente.

Kodawari

Kodawari talvez seja a melhor maneira de ser disciplinado. A palavra significa, em termos amplos, dar o melhor de si e manter uma incrível atenção aos detalhes, mas não por qualquer objetivo ou esquema maior. Ou seja, não se trata de buscar um alto nível de qualidade e profissionalismo por vontade de subir na carreira ou algo do tipo, mas apenas para fazer o melhor possível. É a busca pela sua própria perfeição, mesmo sabendo que você provavelmente não chegará lá.

Yugen

A tradução básica para yugen poderia ser “misterioso”, mas como todas as palavras que falamos até o momento, esta também significa algo muito maior. Yugen é um dos conceitos primordiais para a estética japonesa tradicional e expressa profundidade e incompreensibilidade. Em uma obra artística, por exemplo, yugen seria o abstrato, o que surge dos sentimentos do artista, algo que vai além da consciência. Essas são apenas algumas das palavras japonesas que nos ajudam a ter ou, ao menos, a buscar serenidade. São conceitos com os quais não estamos acostumado e, à princípio, pode até ser difícil compreendê-los; mas a maioria das pessoas que já se envolveu com a cultura japonesa confirma que vale a pena.

  Acesse e solicite um orçamento: https://universotraducoes.com/pt/solicite-um-orcamento/
Read more

A origem e a diversidade dos sotaques brasileiros

“Gigante pela própria natureza” é, provavelmente, uma das frases que melhor descrevem o Brasil. Um país de dimensões continentais e um povo diverso, vindo de centenas de lugares do mundo. Não é à toa que toda essa diversidade é espelhada também no modo como falamos nosso idioma! Os sotaques indicam de qual região um brasileiro é e podem ser difíceis de entender até por outros nativos do país. Aliás, isso não varia apenas de região; prova é a diferença entre cariocas e paulistas, ambos do Sudeste, mas bem distintos entre si.

 

Como surgiram tantos sotaques?

Antes da colonização portuguesa, os nativos das nossas terras falavam mais de 1200 idiomas. O que devíamos nos perguntar, na verdade, é como foi possível transformar tudo isso em um só! Quando os colonizadores e os indígenas se encontraram e o português foi sendo implantado, houve dificuldades de pronúncia em alguns casos. Por exemplo, o “r de caipira”, como conhecemos hoje, veio das tentativas de indígenas de aprender a nova língua.

Mais tarde, entre os séculos 19 e 20, a chegada de imigrantes alterou ainda mais o modo de falar dos brasileiros. Italianos, franceses, ingleses, japoneses e muitos outros estrangeiros se espalharam por algumas regiões e trouxeram suas respectivas formas de dialogar.

Vale dizer que, apesar do contexto histórico explicar muito sobre nossos sotaques, ainda não explica tudo. Outras variáveis, como classe social, escolaridade e velocidade da fala também alteram a pronúncia. Um ótimo exemplo é a presença do “i” em palavras como “arroiz” ou “nóis”, que não tem uma origem definida.

 

Os sotaques mais populares

Alguns sotaques brasileiros são reconhecidos facilmente. É o caso do “chiado” carioca, que surgiu do encontro com inúmeros dialetos africanos falados pelos escravos durante a colonização. O som de “sh” presente no meio e no fim das palavras é o que mais define o Rio de Janeiro nesse sentido.

Já em São Paulo, o “s” não é puxado, mas o “r” é. E era ainda mais! Antes dos imigrantes europeus, esse detalhe no sotaque paulista vinha dos idiomas indígenas que citamos lá em cima. O mesmo vale para estados como Paraná, Santa Catarina, Minas Gerais e outros que fizeram parte do percurso dos bandeirantes.

Em Curitiba, a atração de imigrantes ucranianos e poloneses fez com que a cidade fosse obrigada a ensinar a pronúncia de vogais com mais cuidado, já que os idiomas desses locais não possuem vogais. Daí veio o famoso “leiTE quenTE”, que também foi para outras províncias.

Os escravos, os indígenas, o enorme vai e vem de imigrantes e os colonizadores transformaram o Brasil na mistura de sotaques que é hoje. E isso é incrível! Nossa variação linguística é tão ampla quanto nossa cultura. É por isso que o Brasil é um país para se conhecer bem mais do que uma só vez.

Read more

La Casa de Papel e as curiosidades espanholas

Falta pouco para o retorno de uma das séries de maior sucesso dos últimos tempos! 

La Casa de Papel volta para sua terceira temporada em 19 de julho, na Netflix. Os fãs já conhecem bem as tramóias, reviravoltas e personagens que conquistaram o mundo, mas será que você sabe como é a La Casa de Papel verdadeira? Ou a origem da música Bella Ciao? Continue lendo para descobrir essas e outras curiosidades!

 

A Casa da Moeda de Madrid

O cenário principal da série, a Casa da Moeda, é um museu em Madrid e pode ser visitado gratuitamente. Aliás, é um dos museus mais importantes do mundo! Lá, você descobre a história do dinheiro e os diversos processos de produção pelos quais ele já passou.

Porém, não espere ver todos os locais conhecidos da série. Ela não foi gravada realmente lá (pois é!), mas sim no Conselho Superior de Investigações Científicas (CSIC) da Espanha.

 

Los Desahuciados?

Inicialmente, o programa iria se chamar Los Desahuciados (Os Desenganados, em tradução livre). Na trama original, todos os assaltantes teriam doenças terminais, razão pela qual decidiriam participar do plano.

 

Nada de Netflix

No começo, a Netflix não estava envolvida. La Casa de Papel foi produzida pela emissora de TV aberta Antena 3 e só posteriormente comprada pelo serviço de streaming. Foi aí que a série ganhou o formato que conhecemos, dividido em duas partes.

 

Oh, bella ciao!

Por falar em origens, precisamos contar a história da música que todo fã de La Casa de Papel conhece. Isso é até um paradoxo com o título deste post, porque, na verdade, ela não tem nada de espanhola. 

Bella Ciao é um hino da resistência italiana, na época do regime fascista de Mussolini e do Nazismo. Contudo, sua fama foi tanta que, desde então, a canção foi tema de manifestações em diversas partes do mundo, além de ter sido regravada em inúmeros idiomas. O grito por liberdade faz todo o sentido com o sentimento da série, então por que não aproveitar uma música com tamanho impacto social, não é?

 

La resistencia

O espírito rebelde sempre dominou a narrativa (a exemplo da inspiração italiana citada acima), mas agora parece que esse conceito vai ficar ainda mais forte. Na próxima parte, já sabemos que Rio será capturado e que os assaltantes vão se unir para dar um jeito de resgatá-lo — mas é ainda maior do que isso. Eles não precisam de mais dinheiro, mas querem provar algo, se vingar e se tornar conhecidos como resistência.

 

Trailer

Parece que vai ser de pegar fogo, não é? Mal podemos esperar!
Read more

A importância da tecnologia nos processos de tradução

Você sabia que a taxa de produtividade do Brasil é muito baixa, quando comparada aos Estados Unidos e outras economias em desenvolvimento? Isso não é tudo culpa da burocracia, mas da falta de tecnologia nos processos produtivos. Grande parte das tarefas que poderiam ser automatizadas, ainda são executadas de forma manual. 

No mercado de tradução isso também acontece. Muitas agências ao invés de conceder autonomia aos clientes e tradutores e agilizar o processo de solicitação, execução e entrega de projetos de tradução, mantém métodos arcaicos de trabalho que geram falha na comunicação, retrabalho e clientes insatisfeitos. 

Aqui na Universo Traduções fazemos diferente! Contamos com uma plataforma inteligente e automatizada, com dashboards únicos para clientes e tradutores que oferece funções e processos personalizados. Continue lendo e conheça mais sobre nossa plataforma e a importância da tecnologia nos processos. 

 

Tecnologia nos processos de tradução

O uso de tecnologia nos processos de tradução deve ser visto como prioridade nas agências. Uma medida que quando implementada permite a tomada de decisões estratégicas e soluções ágeis que reduzem custos, evitando prejuízos e otimizando rendimentos. 

Para empresas dos mais variados segmentos se destacarem no mercado é preciso ser mais produtivos, rápidos, transformar dificuldades em oportunidades, fazer mais com menos e oferecer serviços mais acessíveis com qualidade em escala superior. A tecnologia e a automação de processos é a grande resposta para superar esse desafio. 

A tecnologia de processos na tradução não substitui o trabalho do tradutor, apenas encurta a distância entre o profissional e o cliente. É usar a inteligência para melhorar a comunicação entre as partes, seja na hora de solicitar, entregar e pedir revisões, bem como oferecer feedbacks. Parece mágica, mas é tecnologia! Continue lendo e entenda como funciona.

 

Plataforma para Tradução

A plataforma usada aqui na Universo foi elaborada por uma equipe de tradutores experientes. A ideia era desenvolver algo prático, funcional e eficiente, para aumentar a produtividade e agilizar as entregas. Queríamos uma interface intuitiva, com etapas reduzidas e que oferecesse um caminho claro para clientes e tradutores. E foi exatamente o que criamos! 

 

Dashboard para Clientes

Com um login e senha o cliente acessa a plataforma da Universo e consegue solicitar e acompanhar o status de todos os seus projetos de tradução, em tempo real. Ele também consegue ver o índice de qualidade dos profissionais, contribuir com feedbacks e solicitar revisões. 

Qualquer pedido é feito em 5 passos simples: solicitação; escolha do idioma; aprovação da tradução ou solicitação de revisão; pagamento e confirmação do pedido; e feedback. 

 

Dashboard para Tradutores

O painel para tradutores funciona, praticamente, da mesma forma. A diferença está nas funcionalidades e no caminho percorrido. A tecnologia nos processos foi pensada para facilitar a atribuição, realização e entrega de projetos de tradução, que acontece em 4 etapas: adote um projeto; entregue e receba na data; construa sua reputação; e faça parta da Comunidade Premium. 

Quer saber mais sobre como funciona na prática nossa tecnologia nos processos de tradução? Acesse nosso site e entre em contato: https://universotraducoes.com/pt/

Read more

World Animal Protection: protegendo os animais do mundo!

Sabe aquele trabalho maravilhoso, que você tem o maior orgulho de fazer parte? É esse sentimento que nós carregamos pela World Animal Protection, uma Ong que há mais de 50 anos move o mundo em proteção aos animais. Hoje vamos apresentar essa empresa incrível, seu trabalho e falar um pouco sobre como foi poder contribuir (do nosso modo) para essa mudança. 

Conheça a World Animal Protection

“Nós protegemos os animais do mundo”. Esse é o lema da World Animal Protection. Sabemos que todos os dias, em todos os cantos do mundo, animais de todas as formas estão sofrendo. Com o intuito de oferecer proteção e amenizar sua dor, que a equipe dessa ONG percorre o mundo. 

Eles agem de diferentes formas. Oferecem treinamento para equipes de veterinários em países pobres, tratam animais após catástrofes naturais, realizam campanhas contra o uso de animais para entretenimento, investigam o tráfico de animais silvestres e muito mais.

Para atender tantas demandas, a Ong criou cinco hugs regionais para a América do Norte, América Latina, África, Ásia-Pacífico e Europa. Além de escritórios menores distribuídos em 15 países. 

Como pomos fim ao sofrimento dos animais

Animais domésticos não são os únicos que sofrem com maus-tratos. Animais em comunidades, animais silvestres e animais de produção também precisam de atenção e cuidados especiais. Até mesmo os animais afetados por desastres naturais em reservas ou no seu habitat natural, recebem cuidados da equipe da WAP. 

A ideia principal é inspirar e motivar outras pessoas a apoiarem a causa. A equipe da World Animal Protection atua colocando fim ao sofrimento dos animais, enquanto que cabe às pessoas daquela região mudar por definitivo a vida deles. Para isso, realizam um trabalho de educação, no qual ensinam a importância do bem-estar animal. 

Um trabalho muito importante e interessante que realizam é lutar para que haja mudança na legislação sobre bem-estar animal, em escala global. Uma forma de ajudar é apoiar a Declaração Universal de Bem-Estar Animal. 

A Universo Tradução à favor dos animais

Se você, assim como nós, ama os animais é impossível não se emocionar com o trabalho que a World Animal Protection realiza ao redor do mundo. Por isso que quando eles chegaram até nós, aceitamos logo de primeira realizar o trabalho. Para nós, foi uma honra!

Como possuem visibilidade internacional, eles precisavam de um tradutor profissional. Que fosse capaz de levar seu trabalho e sua causa, de forma clara e concisa, para os quatros cantos do mundo. Realizamos a tradução de documentos e esperamos que com isso eles possam fazer a diferença para mais animais. 

Você também pode...

A ideia de escrever esse texto é justamente divulgar o trabalho que realizam e chamar mais pessoas a se unirem à causa. Quer dar uma espiada nas campanhas em aberto? Basta clicar aqui! Agora, se você quer conhecer mais sobre o trabalho dessa equipe incrível, eu te convido a entrar no site: www.worldanimalprotection.org.br/

Seja como for, compartilhe esse texto com seus amigos, parentes e conhecidos e ajude a inspirar outras pessoas a proteger os animais do mundo!

Read more

Tradução para Árabe: os desafios de um idioma de várias versões

Considerado o quinto idioma mais falado do mundo, fazer uma tradução para árabe pode ser um desafio e tanto para os brasileiros. Isso porque o idioma tem um alfabeto muito complicado para nós ocidentais, sem falar na sua caligrafia quase artística e uma pronúncia muito distante da nossa, e até de outras línguas latinas.

Diferente do que muitos imaginam, o idioma árabe conta com mais de 280 milhões de falantes nativos, e outros 353 milhões como segunda língua. Se pensarmos que o árabe é o idioma oficial de 26 países, além de instituições importantes como as Nações Unidas, fica fácil aceitar esse número tão expressivo. 

A seguir vamos falar um pouco a respeito dos desafios de uma tradução para árabe, apresentando algumas curiosidades da língua. 

Tradução para Árabe e suas versões

O árabe é a língua-mãe da religião islâmica e está fortemente ligado a religião muçulmana. Pode-se dizer que ele é um idioma que carrega uma série de traços culturais e religiosos, refletindo os mistérios de um povo. Já que muitos deles permanecem desconhecidos para o público em geral. 

O idioma árabe tem várias versões. Existe a língua falada nas ruas, que difere da padrão usada por instituições, órgãos governamentais, escolas e meios de comunicação. Contudo para realizar a tradução para árabe é preciso considerar outros 10 idiomas que utilizam o alfabeto árabe, como o persa, o curdo e o malaio. Isso fora os dialetos que derivam da língua (são dezenas), incluindo o árabe egípcio. 

Curiosidades exóticas do Idioma Árabe

Que o alfabeto árabe é difícil, nós brasileiros já sabemos, mas é que eles só possuem três vogais? Isso mesmo, as palavras são formadas pelas vogais A, I e U. Outra curiosidade é a direção da leitura, que ocorre da direita para a esquerda. No entanto, os números devem ser lidos da esquerda para a direita. Confuso? É só uma questão de costume. 

Plural e singular é comum na maioria dos idiomas. Uma particularidade do árabe é que ele tem um terceiro número: o dual. Os linguísticos afirmam que o dual deve ser usado para se referir a duas unidades, na qual você precisa adicionar  ān ou –ayn ao nome no singular. 

Nem tudo é dor e sofrimento

A essa altura você já deve estar assustado. Calma! Nem tudo é dificuldade no idioma árabe. A boa notícia é que, assim como no português, se lê como se escreve. Isso quer dizer que mesmo que a pronúncia seja fora do nosso contexto, não é preciso decorar mais que a fonética das letras e suas combinações. 

Por último, muitas palavras do nosso cotidiano são de origem árabe: açúcar (as-sukar, areia branca), aldeia (Al-daiá, povoação), algodão(al-kutun) entre outras. Isso faz pensar que o árabe não está tão distante assim do português quanto imaginamos. 

Para um tradutor nativo do idioma os desafios são menores. Contudo caso um brasileiro queira se aventurar na arte da tradução para árabe é preciso ter em mente que o idioma é difícil e requer muito estudo e dedicação. 

Se você precisa realizar a tradução para árabe de um trabalho, documento ou artigo científico. Clique e saiba mais  https://universotraducoes.com/pt/

Read more

Inteligência Artificial: como o ser humano não será superado pelas máquinas!

As previsões em que o desempenho humano poderá ser ultrapassado pelas máquinas começam a gerar questionamentos. Os testes de Inteligência Artificial (AI) avançam a passos largos e os resultados são surpreendentes. Assim como muitas profissões foram extintas com a internet, podemos esperar um cenário parecido com a AI. Poderá a inteligência artificial superar a humana? Continue lendo e descubra! 

 

Inteligência Artificial: um olhar para o futuro

Investigadores da Universidade de Yale (EUA) e da Universidade de Oxford (Reino Unido) realizaram um estudo com o intuito de entender o quanto o ser humano poderá vir a ser superado pelas máquinas. O estudo recebeu o nome de “When Will Artificial Intelligence Exceed Human Performance?”, que traz a opinião de 352 cientistas e especialistas.

Muito se ouve falar a respeito da velocidade com que a AI está se desenvolvendo e como ela mudará a sociedade como a conhecemos. Saúde, transporte, economia e ciência serão os setores mais afetados. O estudo surgiu com o intuito de entender esse cenário no que se refere ao tempo em que o ser humano será superado em determinadas atividades. 

Acredita-se que em algumas décadas procedimentos complexos como cirurgias e a escrita de best sellers tornem-se uma tarefa simples para a AI. O estudo mostrou que em 45 anos atividades humanas serão realizadas por sistemas de AI. Já falando da automação total do trabalho, há 50% de chances de que acontece daqui a 122 anos e 10% de acontecer em 20 anos. 

 

A criatividade pode ser a solução

Uma visão mais otimista é a de Noel Sharkey, especialista em robótica da Universidade de Sheffield, no Reino Unido. Para ele pensar que o ser humano pode vir a ser superado em sua totalidade por máquinas não passa de uma especulação. Ele não acredita que a inteligência artificial possa ser comparada com à humana. 

Já o físico Stephen Hawking em uma entrevista para à BBC (2014), disse que os seres humanos estão limitados por sua evolução biológica, sendo improvável competir com a AI. Contudo aponta uma saída, que o segredo está na competência. 

O ser humano possui uma capacidade criativa única. Até o momento as máquinas não demonstram sinais de desenvolvimento de inteligência criativa. Isso porque ainda não é possível programar sistemas neurais complexos. Pensando nisso, o profissional do futuro precisa estar em constante aperfeiçoamento e ir além da sua área, ser multifuncional. 

Aprender coisas novas, entender de artes e estimular o lado criativo do cérebro será o grande diferencial do ser humano frente a geração de máquinas inteligentes que estão surgindo. Para os redatores, só traduzir textos não será mais satisfatório. O profissional precisará tornar-se uma espécie de consultor, usar sua criatividade para construir o melhor texto ao invés de apenas traduzir. 

O ser humano precisa ter em mente que ele já está competindo com as máquinas no mercado de trabalho e que isso pode chegar a um nível mais intenso. Para se destacar ele vai precisar desenvolver a empatia e a criatividade. Mesmo as atividades em que é mais difícil a substituição das pessoas (saúde, psicologia, ensino e etc) é preciso tomar consciência e começar agora a introduzir a criatividade na sua profissão. 

Você acredita que sistemas de Inteligência Artificial podem superar o ser humano? Deixe um comentário e conte para nós a sua visão de futuro.

Read more

Copa América Brasil 2019: craques da tradução simultânea

Diante dos eventos esportivos dos últimos meses, como a Copa América Brasil 2019, um amigo me perguntou como funciona a área de tradução e intérprete no universo dos esportes. Conversando com outros colegas meus, percebi que muitas pessoas nem sabiam da existência desse profissional. Em vista disso, resolvi criar esse texto para falar sobre a tradução simultânea em eventos esportivos. 

Como será o trabalho dos tradutores em um evento como a Copa América Brasil 2019? Eles são responsáveis pela tradução das coletivas de imprensa e demais encontros oficiais realizados durante o torneio. É claro que os atletas já estão acostumados com a presença dos intérpretes, visto que há um grande interesse por parte da mídia e, consequentemente, um aumento no número de coletivas com jogadores e técnicos que não dominam o idioma do país onde está sendo sediado o evento.

Continue lendo e descubra mais sobre a rotina de um tradutor intérprete de eventos esportivos - e sua aplicação na Copa América Brasil 2019! 

CONMEBOL Copa América Brasil 2019

A CONMEBOL Copa América Brasil 2019 mais uma vez reuniu diferentes nacionalidades no campo, na sua 46ª edição. Muitas pessoas não conhecem, mas a Copa América é considerada o principal torneio de futebol masculino entre seleções da América do Sul. Realizada pela Confederação Sul-Americana de Futebol (CONMEBOL) ela contou com a participação de dez seleções sul-americanas filiadas, sendo elas: Argentina, Bolívia, Brasil, Chile, Colômbia, Equador, Paraguai, Peru, Uruguai e Venezuela, além das seleções do Japão e Qatar como convidados. 

O Brasil sediou o evento pela quinta vez em sua história. As cidades sedes que receberam os jogos foram: Belo Horizonte, Porto Alegre, Rio de Janeiro, Salvador e São Paulo. Todas os municípios escolhidos sediaram a Copa do Mundo de 2014, logo os estádios atendem os padrões internacionais. 

A Tradução Simultânea em jogos esportivos

Assim como no futebol, os intérpretes responsáveis pela tradução da Copa América Brasil 2019 são treinados muito antes dos jogos começarem. Eles recebem uma série de materiais, documentos e glossários para estudar a terminologia do evento. Assistem vídeos de edições anteriores e começam a se familiarizar com as seleções participantes desta edição. Antes de soar o apito para o primeiro jogo, eles passam por ensaios para se acostumar com o esquema de tradução simultânea que será usada na competição. 

Mas como é “escalado” esse grupo tão seleto de tradutores? A equipe dá preferência para profissionais diplomados em Interpretação de Conferências, que se interessam por futebol e esportes e estejam sempre antenados com o que acontece no seu país e no mundo. Eles precisam ser especialistas e generalistas: ter a mente aberta, compromisso e respeito! Outro dado importante são os idiomas trabalhados no mundo dos esportes. A FIFA, por exemplo, tem quatro línguas oficiais: inglês, alemão, francês e espanhol. 

A equipe de tradução e intérprete também tem uma Comissão Técnica. Responsável por coordenar o time de linguistas, eles montam as duplas que vão trabalhar em cada evento e combinações de idiomas. Cuidam de munir os profissionais com todas as informações necessárias e garantir que tudo esteja de acordo para que executem um trabalho de qualidade. 

Muito interessante não é mesmo?! Sem dúvida um trabalho incrível que merece o nosso respeito e admiração. <3

Read more

Tradução para Japonês: os desafios de um idioma de belas formas

Se você já precisou fazer uma tradução para japonês, sabe que esse idioma exige um conhecimento quase que nativo da língua. Trata-se de um dialeto muito antigo e complexo, com vários sotaques e uma série de regras gramaticais. 

Você já deve ter percebido que os nativos falam um pouco mais rápido do que estamos acostumados com outras línguas. Essa característica rendeu-lhes o título de idioma “mais rápido” do mundo. Porém isso dificulta um pouco mais o trabalho de tradução.

Hoje vamos conhecer mais sobre esse idioma e os desafios enfrentados por quem realiza o trabalho de tradução para japonês. Vamos lá?!

Japonês, um idioma de belas formas

A língua japonesa é o idioma falado no Japão e nas comunidades descendentes espalhadas pelo mundo, mais conhecidos por nikkei. Estima-se que o número de falantes seja em torno de 130 milhões de pessoas e que cerca de 3 milhões de não japoneses estejam estudando a língua. 

Mas por que é tão difícil aprender ou realizar tradução para japonês? Caracterizado por um complexo sistema de construção honorífica -  que refletem a natureza hierárquica da sociedade japonesa -, a língua traz um vocabulário importado do idioma chinês com formas verbais que variam de acordo com o status entre interlocutores. 

O idioma é composto de poucos fonemas, com diferenciação léxica baseada em um sistema de acento tonal. Ao longo dos anos, o japonês assimilou inúmeros vocabulários do português e inglês a sua língua.  

Tradução para Japonês e seus Desafios

Agora que já conhecemos um pouco sobre a história desse idioma, vamos entender o que torna o trabalho de um tradutor tão desafiador e porque é importante sempre recorrer a um profissional para fazer bonito e evitar situações constrangedoras. 

#1. Sem gênero

No japonês não existe feminino e masculino. Oi? Mas como diferenciar o gênero de quem está falando? É de costume do japonês se referir às pessoas pelo seu nome. Contudo existem algumas palavras que são mais usadas para um gênero que outro, isso ajuda a identificar quem está falando. 

#2. Sem pronome

A língua traz poucos pronomes. Palavras que não possuem gênero, como escola (em japonês, gakkou), não costuma ser acompanhada de um pronome. São mais usados para determinar pertencimento, que seriam os nossos pronomes possessivos. 

#3. Quase sem singular ou plural

Outra particularidade do idioma japonês é a falta de  singular e plural nas palavras. A contagem das coisas é feita de uma uma forma bem singular, como você pode ver logo abaixo:  

“Tem pessoa(s)” >>ひと が います(hito ga imasu).

“Tem uma pessoa” >>ひとが ひとり  います(hito ga hitori imasu).

“Tem quatro pessoas” >> ひとが よにん  います(hito ga yonin imasu).

#4. O adjetivo conjuga

Se no português o verbo indica o tempo de uma oração, no japonês essa função é estendida para o adjetivo, que é flexionado de acordo com o tempo verbal. Há quem diga que isso facilita a comunicação, tornando-a mais clara e objetiva. 

Interessante, não é mesmo?! Porém pode ser bem desafiador para um leigo se aventurar a realizar a tradução para japonês de um trabalho, documento ou artigo científico. Busque um tradutor profissional nativo para essa importante tarefa e faça bonito no seu próximo trabalho!

Read more

Plataforma para Tradução com dashboard para clientes e tradutores

Sempre me perguntam se é fácil solicitar uma tradução. Para quem é tradutor, se tem um programa específico que auxilia a gestão dos projetos? A resposta é SIM! Existe uma plataforma para tradução profissional que faz esse meio de campo e torna nossa vida muito mais fácil!

Hoje eu vou falar um pouco sobre ela, que é perfeita para clientes e tradutores. Inteligente e automatizada, a plataforma possui dashboards únicos para clientes e profissionais, com funções e processos personalizados. Continue lendo e saiba mais sobre cada um dos painéis.

Plataforma para Tradução Profissional

Desenvolvida em conjunto com uma equipe de tradutores experientes, a Plataforma para Tradução Profissional da Universo reúne o que há de mais moderno em tecnologia da informação na automação de processos, sempre visando a produtividade e eficiência. 

Uma metodologia intuitiva, com etapas reduzidas que agilizam a execução da solicitação e entrega das traduções. Seja a versão para clientes ou tradutores, o intuito da plataforma é proporcionar a melhor experiência possível. 

Dashboard para Clientes

O cliente tem acesso ao seu dashboard mediante login e senha, lá ele pode solicitar e acompanhar o status dos seus projetos de tradução, bem como verificar o índice de qualidade dos tradutores e atribuir feedbacks. 

A solicitação de um serviço de tradução consiste em 5 passos simples:

  • Solicitação: entrega/ envio do texto para tradução.
  • Escolha do Idioma: escolher na plataforma para qual idioma deseja traduzir e encaminhar material de apoio (se tiver). 
  • Aprovação da tradução ou solicitação de revisão: caso o projeto esteja a contento é só aprovar, caso não, o cliente pode solicitar a revisão da tradução. 
  • Pagamento e confirmação do pedido: confirmado todos os dados é hora de realizar o pagamento via cartão de crédito. 
  • Feedback: Por último, é só encaminhar seu feedback referente ao andamento do projeto e atuação do tradutor. 

Intuitiva e fácil de navegar, não é necessário treinamento prévio para trabalhar na ferramenta. Qualquer pessoa com conhecimentos básicos em informática consegue realizar solicitações de tradução profissional pela plataforma, tranquilamente!

Dashboard para Tradutores

Falando agora da versão para tradutores, funciona praticamente da mesma forma que para os clientes. Contudo se diferencia pelas funcionalidades e não pela praticidade e tecnologia. A interface também é intuitiva, porém com um visual totalmente diferente. Desta vez o processo consiste na atribuição e realização de projetos de traduções.

Um profissional para trabalhar na plataforma precisa preencher um cadastro, realizar testes e ser aprovado pela nossa equipe técnica. Passada essa fase, ele recebe o acesso ao sistema da Universo e se depara com 4 etapas: 

  • Adote um projeto: muitos são os projetos presentes na nossa plataforma, o tradutor precisa escolher os que mais tem a ver com seu perfil e começar a trabalhar!
  • Entregue e receba na data: prezamos pela qualidade e entrega dentro dos prazos acordados. A plataforma controla o cronograma de entregas e pagamentos. 
  • Construa sua reputação: o desempenho do tradutor na plataforma conta pontuação e será revertido em melhores oportunidades.

Faça parte da Comunidade Premium! Quem se destaca no score é convidado a se juntar a nossa comunidade premium e fica a frente de projetos mais interessantes.

Gostou de conhecer um pouco sobre  a nossa plataforma para tradução profissional? Então fique ligado e confira as últimas novidades do blog. 

Read more
WhatsApp chat