Tradução Jurídica

A Tradução Jurídica

Pronto para começar?

Experimente nossa nova plataforma online

Tem um projeto grande?

Conte com a atenção de nossa equipe de projetos

A tradução jurídica está entre as mais complexas e, portanto, exige um alto nível de especialização e prática constante para a garantia de um serviço prestado de forma profissional, eficiente e aceito por usar a linguagem oficial do setor. Neste meio, o tradutor precisa, além dos conhecimentos linguísticos, saber também as terminologias, as legislações, jargões, convenções e, principalmente, ser familiarizado com os tipos de Direito aplicados em cada região para a qual seu texto traduzido será direcionado.

Este tipo de tradução geralmente envolve contratos, acordos comerciais, certificados, editais e diversos outros documentos.

Os desafios da tradução jurídica

O maior é o fato de a linguagem jurídica ser uma linguagem de especialidade e o tradutor tem que conhecer, não apenas as duas línguas em que vai trabalhar, como também as duas linguagens de especialidade jurídica para poder traduzir usando o léxico correto correspondente no idioma-alvo.

Outro obstáculo, por exemplo, na tradução jurídica do inglês para o português ou versão, é a questão de os dois países possuírem sistemas jurídicos de diferentes famílias do Direito. Com isso, a tradução jurídica implica a transposição do texto de partida para a língua de chegada e também de um sistema jurídico para outro distinto.

Common Law

O Direito aplicado nos países de língua inglesa, que adotaram a tradição jurídica da Inglaterra, recebe o nome de Common Law. Os Estados Unidos são um dos países regidos pela Commom Law. Uma das principais características é a de que os processos são analisados com base em sentenças judiciais anteriores.

Já o Brasil se enquadra entre os países influenciados pela tradição romano-germânica, tendo seu sistema jurídico embasado no modelo da Civil law. Portanto, o ordenamento jurídico brasileiro tem seu pilar estabelecido sobre a lei.

A queda do juridiquês

Atualmente, existe uma campanha global contra o juridiquês – linguagem do meio jurídico, considerada antiquada e rebuscada, com o uso de vocabulário erudito e específico que, segundo especialistas da área, dificulta o entendimento e não proporciona transparência – tendência conhecida e a ser seguida pelo tradutor jurídico profissional.

Apesar de a recomendação sobre a linguagem jurídica ser a simplificação, só o tradutor capacitado e as agências de tradução com experiência no segmento, como a Universo, são capazes de escolher a palavra que melhor se aplique ao contexto e, desta forma, produzir um texto natural e sem possíveis problemas de interpretação.

Tem um projeto de Tradução?

Pronto para começar?

Experimente nossa nova plataforma online

Tem um projeto grande?

Conte com a atenção de nossa equipe de projetos

WhatsApp chat