Skip links

Saiba onde publicar seu Artigo Científico

Depois de um longo tempo escrevendo, revisando, pedindo opiniões e reescrevendo tudo de novo, você finalmente terminou um artigo científico! O próximo passo, é claro, é publicá-lo para mostrar sua pesquisa para o mundo. Mas, por onde começar? Veja as dicas a seguir sobre como encontrar a revista ideal para publicar seus artigos científicos!

Quem pode publicar artigos científicos?

Se você é estudante de graduação ou mestrando, você geralmente vai poder publicar seu artigo científico sozinho, sem precisar estar acompanhado do nome de um doutor, em publicações com conceito Qualis até B2. Agora, para publicações com conceito “A/B1”, é quase sempre necessário ter o título de doutor para tornar o artigo elegível para publicação.

Se esse for o caso, converse com seu orientador ou com um professor em quem você confie e peça para que ele revise o artigo científico que você queira submeter à publicação, e, caso seja adequado aos requerimentos do periódico, ele pode adicionar seu nome ao artigo para que ele seja publicado nessas revistas de conceito mais alto.

Você pode disponibilizar seus artigos sem precisar passar por esse processo se quiser, caso esteja interessado apenas em divulgar suas ideias. Para isso, artigos científicos podem ser disponibilizados diretamente em sites como Academia.edu. Lá você pode ver quantos acessos seu artigo teve e de onde eram as pessoas que procuraram seu nome e seus artigos científicos.

Contudo, lembre-se: passar pela comissão avaliadora de um periódico, que vai emitir pareceres sobre o seu artigo científico, é uma maneira de referendar sua pesquisa para a comunidade acadêmica interessada, além de contribuir para a área de conhecimento da qual você faz parte. É normal ficar nervoso ou desapontado com um “não”, mas ter uma publicação negada não diminui o seu trabalho nem a sua pesquisa. Todos pesquisador já teve alguma publicação negada! Então, siga firme. Releia seu artigo, peça opiniões e tente entender o porquê de ele não ter sido aceito. E tente de novo.

Como saber se meu artigo científico é adequado para o periódico onde quero publicar?

Uma das informações mais importantes sobre uma revista científica é o escopo de publicações. O escopo nada mais é do que a abrangência das publicações, ou seja, o que esse periódico publica? Quais temas, assuntos, períodos? É fundamental conhecer o escopo da revista para onde você está enviando seu artigo científico, para poder adequá-lo ao que é publicado ali.

Os aceites de artigos normalmente levam meses, então pode ser “perda de tempo” – tanto seu tempo quanto tempo dos revisores – submeter para avaliação um artigo científico que não cabe no escopo da publicação. Pense: às vezes, você pode passar seis meses esperando seu aceite, só para descobrir que seu artigo não era adequado àquela revista, e que você poderia ter enviado seu trabalho para outra publicação nesse meio tempo. Bons periódicos tem seu escopo de publicação de forma clara e acessível em seu site, pois é também de interesse deles que os pesquisadores só enviem trabalhos que caibam nessa rede de assuntos. Se o escopo não está claro no site da revista, é bom tomar cuidado: não delimitar a abrangência é uma estratégia das tais publicações “caça-níqueis”, pois elas cobram para publicação e, por isso, aceitam qualquer artigo científico enviado.

Uma boa ideia é já ter um periódico em mente ao estruturar e escrever seu artigo, pois, assim, você pode redigi-lo de acordo com as exigências esperadas por aquelas publicação. Mas, o que é mais comum é ter que adequar seu artigo científico para a revista para a qual você quer enviá-lo. Faz parte! Uma parte da sua pesquisa que interessa para uma publicação, pode não interessar para outra. Todo pesquisador acaba sendo, também, um editor do próprio trabalho.

Mas, por fim: como procurar uma revista para publicar meu artigo científico?

Artigos científicos podem ser publicados, preferencialmente, em revistas especializadas de cada área, e que sejam certificadas por instituições de ensino e agências de fomento à pesquisa. Para conhecer as revistas especializadas da sua área, o melhor caminho é… ler artigos científicos da sua área! Parece simples demais, mas é a verdade. Cada área de conhecimento tem seus periódicos “queridinhos”, aqueles em que todo pesquisador quer publicar… E também aquela revista que todo mundo sabe que tem má reputação, ou que não tem um método de avaliação honesto, por exemplo. Por isso, estar a par do que acontece no meio científico da sua área de pesquisa é fundamental para começar a sua jornada de publicação de artigos científicos. Mas, caso você ainda precise de uma ajudinha para encontrar o periódico ideal, siga as dicas abaixo!

No Brasil, a estrutura para publicação de artigos científicos é bastante organizada. A plataforma Sucupira, da CAPES, oferece uma ferramenta para consulta de Qualis dos periódicos, que você pode conferir aqui. O Qualis é um tipo de conceito/nota criado pelo Conselho Técnico-Científico da Educação Superior (CTC-ES, da CAPES) para avaliar e classificar critérios mínimos que devem ser adotados por periódicos científicos, e que diferem de área para área. Os conceitos são A1, A2, B1, B2, B3, B4, B5, e há também o estrato C, atribuído a periódicos não-científicos ou que não atendem as exigências das áreas a que se destinam. Quanto maior o conceito, maior a relevância e o fator de impacto do periódico para a área (e também maiores as exigências para publicação). Para saber mais sobre o Qualis, como ele foi criado e como ele funciona, leia este artigo.

Para encontrar revistas internacionais para publicação do seu artigo científico, você pode acessar o Portal de Periódicos da CAPES e, a partir desse site, entrar em indexadores/bases de dados como PubMed, Scielo, Web of Science e Scopus, onde, utilizando palavras-chaves de acordo com área e subárea de conhecimento você pode encontrar os campos mais interessantes para seu estudo e as revistas com maior fator de impacto que publicam artigos na mesma linha que o seu. Se quiser entender melhor como pesquisar periódicos na plataforma Periódicos CAPES, veja este vídeo!

As publicações internacionais normalmente exigem que o artigo científico esteja em inglês. É comum que as comissões revisoras dessas revistas sejam muito exigentes com o nível e a adequação da linguagem utilizada na escrita do artigo. Por isso, lembre-se: contrate um tradutor ou revisor profissional para caminhar com você nessa jornada para publicação internacional do seu trabalho! A Universo Traduções tem profissionais para te auxiliar na tradução e revisão do seu artigo científico, e no blog da Universo você pode ler mais sobre o universo das publicações científicas.

Por fim, é importante lembrar que bons periódicos não mandam e-mails pedindo artigos científicos para publicar e tampouco cobram para ter sua produção acadêmica publicada. Portanto, tenha cuidado com publicações predatórias ou “caça-níqueis”!

Esperamos ter ajudado, e boa sorte na publicação do seu artigo científico!