Skip links

Tradução de Contratos

Como funciona a tradução de contratos?

Não é novidade para ninguém que a linguagem jurídica – o famoso “juridiquês”, ou, em inglês, “legalese” – não é tão fácil assim de entender. Mesmo pessoas fluentes em uma língua podem ter certa dificuldade lendo documentos legais, como contratos. Existem muitos termos específicos e jargões utilizados na linguagem jurídica, e pessoas leigas, muitas vezes, não têm o conhecimento necessário para compreender esses textos completamente.

Mas todo mundo também sabe que no mundo globalizado em que vivemos, as empresas, cada vez mais, fecham negócios com organizações de todo lugar do mundo. A plena possibilidade de conexão que temos atualmente, permite que trocas comerciais aconteçam de qualquer lugar do mundo. E isso envolve contratos sendo assinados em uma, duas, ou mais línguas.

No Brasil, por exemplo, qualquer contrato firmado em inglês ou qualquer outra língua precisa, necessariamente, ser traduzido para o português para fins de trâmites dentro da justiça brasileira. Então, todo e qualquer contrato fechado entre empresas brasileiras e organizações internacionais, precisará ser traduzido.

E quem pode traduzir essa linguagem extremamente específica, que, em qualquer língua, tem “fama” de ser complicada e até mesmo incompreensível? Essa responsabilidade cabe aos profissionais da tradução, que têm o papel de transmitir cláusulas de uma língua para a outra em contratos diversos.

Faça um orçamento instantâneo

Uma solução fácil para revisar seus documentos rapidamente. Ou fale com uns de nossos atendentes.

SOLICITE UM ORÇAMENTO PLATAFORMA ONLINE

Vantagens da tradução de contratos

Trocas comerciais entre países diferentes

Possibilita a cooperação global

Autoriza uma economia internacional e globalizada

Internacionalização dos negócios de uma empresa com confiança e clareza.

Sem a tradução de contratos, o mundo como conhecemos agora e, ainda mais, como caminha para ser no futuro, simplesmente não seria possível.

Que tradutor pode traduzir contratos?

É aconselhável que, ao procurar um profissional para traduzir contratos que sua empresa esteja firmando com organizações de outros países, contrate-se os serviços de uma agência de traduções. Essa é a melhor saída, porque uma agência vai concentrar um grande número de profissionais, e os gerentes de projeto poderão indicar tradutores que sejam especializados em textos jurídicos. Além disso, caso seja necessário traduzir o contrato para mais de uma língua, uma empresa de traduções terá a sua disposição profissionais especializados que trabalhem com diversos idiomas.

Quais são os desafios da tradução de contratos?

O maior desafio da tradução de contratos, é claro, é a tradução dos termos específicos utilizados na linguagem jurídica. Para além disso, o propósito da tradução de contratos, acima de tudo, é que o texto traduzido produza os mesmos efeitos legais que o texto original. Ou seja, os fins do contrato não podem mudar ou ficar ambíguos na tradução para a língua de chegada.

                Isso é um grande desafio porque, frequentemente, na tradução de contratos, temos também a tradução de sistemas legais diferentes. No Brasil – e em outros países da América Latina, da Ásia, e Portugal – adota-se o direito civil, ou o sistema jurídico romano-germânico. Já nos Estados Unidos – país com que se firmam muitos contratos –, no Reino Unido, na Índia, e outros países de colonização inglesa, usa-se o common law. São sistemas muito diferentes, com preceitos diferentes, e que podem ser de difícil tradução – de fato, muitos dos termos acabam nem sendo traduzidos.

Qual o formato de uma tradução de contratos?

A tradução de contratos segue rigidamente a estrutura do texto original, em cláusulas, artigos, parágrafos etc. É comum que se traduza esse tipo de texto em duas colunas, uma ao lado da outra, dividindo por linhas as cláusulas, para que elas possam ser observadas em uma grade e comparadas, se necessário.

                Além disso, uma grande diferença entre a tradução de contratos e as traduções de outros textos, como textos literários, ensaios, ou até artigos científicos, é que não existe interpretação das palavras contidas no contrato – elas devem ser traduzidas “ao pé da letra”, como em textos muito técnicos. O tradutor não deve desviar, nem um pouco, das palavras do texto original, já que isso pode acabar afetando o efeito final do contrato no sistema legal.

                Na tradução de contratos, o tradutor deve sempre levar em consideração absoluta o sistema legal do texto original. Não deve haver qualquer “domesticação” ou adaptação cultural, apenas a transposição do texto original para palavras na língua de chegada. Ao traduzir expressões e termos do sistema jurídico do país do texto do contrato, pode-se colocar entre parênteses o termo na língua original para identificação, caso necessário.

                Nessa mesma linha, se houver a necessidade de alguma omissão ou mudança incontornável, o tradutor deve sempre deixar indicado que essa alteração foi realizada. Além disso, qualquer selo, figura ou tabela deve também ser traduzido ou indicado pelo tradutor.

Faça um orçamento instantâneo

Uma solução fácil para revisar seus documentos rapidamente. Ou fale com uns de nossos atendentes.

SOLICITE UM ORÇAMENTO PLATAFORMA ONLINE