Skip links

As Piores Traduções de Filmes

Não é de hoje que nos deparamos com traduções bem estranhas nos nomes de séries e filmes. É muito comum que os títulos sejam adaptados para a língua-alvo não só pela questão do sentido, mas também para que o público se sinta familiarizado com a história e consiga entender previamente o contexto que será abordado.

Entretanto, alguns filmes simplesmente recebem títulos mercadológicos. Ou seja, a distribuidora nomeia de acordo com a necessidade que ela tiver de vender aquele filme em questão, sem se preocupar com a perda total ou parcial e sentido na tradução daquele título.

O site Notícia ao Minuto fez uma seleção de grandes nomes do cinema que tiveram seus títulos “traduzidos” (em muitos casos foi mais uma versão do que uma tradução em si) para nomes que praticamente não fazem nenhuma ligação entre a língua-fonte e a língua-alvo.

Um exemplo recente desse tipo de situação é com o filme “Hangover”, que trata de “amnésia” geral de amigos que foram fazer uma despedida de solteiro e acabaram exagerando nos copos de whisky. Ao pé da letra, a tradução para “hangover” é “ressaca”, o que faz total sentido se pensarmos no contexto do filme. Entretanto, o título brasileiro ficou como “Se Beber Não Se Case”, fazendo uma referência ao fato de todo o enredo do filme acontecer após uma tentativa de despedida de solteiro. Pensando no nicho mercadológico, a palavra “ressaca” não nos remete algo positivo, enquanto a brincadeira entre as palavras de “se beber, não se case” soa mais atrativa.

É por essas e outras curiosidades que a Universo Traduções tem se atentado ao novos mecanismos de tradução e se preocupando cada vez mais em como o mercado vem se adaptando aos novos públicos. E tudo isso sem perder sua credibilidade e a qualidade nos serviços prestados pelos seus profissionais extremamente capacitados e integrados com as mais diversas novidades no mundo da tradução.